Revista "Humanística e Teologia - junho 2018"

TEOLOGIA DA AÇÃO SOCIAL

O nosso mundo de influência cristã conseguiu um desenvolvimento notável. Muitos o demandam, correndo perigos sem conta; muitos o olham, ora com admiração, ora com ressentimento.
Entre o muito bom que se conseguiu, conta-se a institucionalização do cuidado das pessoas, através de inúmeras iniciativas de educação, de cuidado da saúde, sobretudo de cuidados dos mais frágeis, dos pobres, de quem é excluído pela grande corrente do progresso. Muitas dessas iniciativas são criadas pelas Igrejas, pela criatividade de fiéis, umas vezes anónimos, outras vezes conhecidos.
Este universo de cuidado é, a nosso ver, o principal aspeto do que já foi chamado “idade do social”. Mas esta evolução do mundo não deixa de ser um mar de dificuldades, quer ao nível do pensamento, quer ao nível da concreta ordenação política das nossas sociedades. O dever de cuidar tornou-se um direito e deu origem aos direitos sociais. A sua garantia necessita de ser mais bem pensada e gerida. Muitas das instituições de cuidado estão em dificuldades, quer pela sua complexificação que torna cara a prestação de cuidados, quer pela indefinição do lugar dessas instituições na complexa organização política das nossas democracias.
Por isso, a revista Humanística e Teologia dedica a parte principal deste número ao assunto, esperando dar um contributo para pensar uma realidade que está longe de ser pacífica e transparente em todos os seus aspetos teóricos e práticos. Umas vezes em nome de Deus, outras em nome da crença na validade da condição humana, são inúmeras as boas vontades de pessoas que, normalmente de forma gratuita e voluntária, dedicam o melhor de si a tornar melhor a vida dos outros viventes e mesmo da Terra que a todos sustenta. A esse imenso número dedicamos o nosso esforço de reflexão.

Sumário

Secção 1 – Dossiê

1.1. D. Manuel Linda
Ação sociocaritativa e vulnerabilidade futuras
1.2. Julio L. Martinez, sj
El bien común ordena las relaciones de la iglesia con la sociedad y el estado
1.3. José Carlos Espada
Direitos sociais de cidadania – Uma crítica a F. A. Hayek e R. Plant
1.4. Bernardo Corrêa D’Almeida
Anúncio do Evangelho e solicitude para com o próximo
1.5. Arnaldo de Pinho
A intervenção social de D. António Ferreira Gomes no contexto do pensamento portuense
1.6. Alexandre Freire Duarte
O amor feito ajuda material – A Esmola nos Padres da Igreja
1.7. Jorge Cunha
Ética teológica da ação social da Igreja

 

Secção 2 – Vária

2.1. Maria Manuela Brito Martins
O conceito de justiça em Antígona de Sófocles e no livro de Job
2.2. José Pedro Angélico
A abertura metafísica da saudade no pensamento de António de Magalhães
2.3. Francisco Guimarães e Maria do Céu Roldão
Programa de Educação Moral e Religiosa Católica – Edição de 2014. Que pressupostos dos autores e decisores curriculares?
2.4 Adélio Fernando Abreu
A paróquia na história – Elementos para uma visão de conjunto

 

Secção 3 – Bibliografia

3.1. Recensões
3.2. Revistas Recebidas

 

A assinatura da revista custa 30 € para dois números anuais. Os alunos da Faculdade de Teologia têm um desconto de 50% na assinatura.
 
O número que acaba de publicar-se encontra-se disponível para compra pelo preço de 15 €.
 
Pode ser realizada para o seguinte endereço:

Revista Humanística e Teologia

Universidade Católica Portuguesa - Porto

Rua Diogo Botelho, 136 | 14169-005 Porto
Tel. 22 619 62 71 | Fax. 22 619 62 911 | mail humanteol@porto.ucp.pt.